O Filme

Sinopse do Filme Paixão e Virtude:

Mazza, uma aristocrata de meia idade, mantém um relacionamento frio e histérico, com seu marido – um rico banqueiro, a quem ela rejeita, por não se permitir sentir prazer. Porém, tudo se transforma, quando ela conhece o químico, Ernesto. A sedução se torna um desafio, os momentos de carícias são cada vez mais envolventes e, ao mesmo tempo, o horror se instala. A relação Mazza/Ernesto fica intensa e agressiva. O amor se torna destruidor e o tesão exacerbado de Mazza, apavora o químico que foge para uma fazenda de escravos no Brasil. Mazza transforma a vida em um caos. Perversão e perversidade a engolem e a devoram. Filme que caminha pelos caminhos de “Djalioh” (2011), de Ricardo Miranda: um duplo, um estranho, uma inquietante estranheza. O narrador presente extrapola o relato folhetinesco. Paixão e Virtude é um “livre escrever de imagens” do conto “Passion et Vertu ‐ conte philosophique”, de Gustave Flaubert, escrito em dezembro de 1837.

Diretor

RICARDO MIRANDA

Diretor Ricardo Miranda

Nasceu em Niterói em 1950 e iniciou sua carreira artística em 1968 montando e dirigindo curta-metragens, como “A Ceia” (1969), realizado para o Festival de Cinema do Jornal do Brasil. Em 1972, estreou na montagem de longas com “Amor, Carnaval E Sonhos”, de Paulo César Saraceni, com quem também trabalhou em “Anchieta, José do Brasil” (1978), “Ao Sul Do Meu Corpo” (1982) e “O Gerente” (2011) – último filme de Saraceni. Em 1974, assina a montagem do curta “Congo”, de Arthur Omar, parceria de longa data que se desdobra em vídeos e outros nove curtas, além de “A Nostalgia Do Branco” (1979), curta dirigido por Miranda com trilha assinada por Omar. Em 1978 – ano em que também montou o filme “Crônicas De Um Industrial”, de Luiz Rosemberg Filho – foi convidado por Glauber Rocha para montar seu último filme “Idade da Terra” (1980).

Nos anos 1980, fez também a montagem de “O Homem De Areia” (1982), de Vladimir Carvalho; e “O Segredo Da Múmia” (1980), de Ivan Cardoso, entre outros. Desde o começo da carreira, manteve uma rica produção de curtas-metragens, vídeos experimentais e documentários, como “A Passagem Do Olhar”, sobre a escultora Esther Grinspum; “O Presidente Do Mundo” (1993); e “Gilbertianas” (2000), sobre o sociólogo e antropólogo brasileiro Gilberto Freyre. Em 1991, dirigiu seu primeiro longa de ficção, “Assim Na Tela Como No Céu”, presente em diversos festivais nacionais e internacionais, como Havana, Bogotá, Brasília e a Mostra de Cinema de São Paulo.

Diretor Ricardo Miranda

Entre 2004 e 2006, montou os documentários dirigidos por Paloma Rocha e Joel Pizzini para os extras dos DVDs de “Terra Em Transe”, “A Idade Da Terra” e “O Dragão Da Maldade Contra O Santo Guerreiro”, da Coleção Glauber Rocha. Retornou à montagem de longas em 2007, em filmes como “Romance Do Vaqueiro Voador”, de Manfredo Caldas, e o documentário “Anabazys” (2007), de Joel Pizzini e Paloma Rocha, pelo qual foi premiado no Festival de Brasília e no Cinesquemanovo. Em 2011, finalizou seu longa-metragem de ficção “Djalioh”, premiado na Mostra do Filme Livre 2012. Na publicidade, Miranda desenvolveu diversas peças publicitárias – duas premiadas com o Leão de Prata no Festival de Cannes em 1986 e 1987. É autor, junto com o antropólogo Carlos Alberto Messeder, do livro “Televisão – As imagens e os sons: no ar do Brasil”. Atualmente, dá aulas de Teoria da Montagem na Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

Autor

Flaubert X1835

Gustave Flaubert

Nasceu em Roão, Normandia, França

no dia 21 de dezembro de 1821.

Escritor francês,

a vida de Gustave Flaubert

é a de um artista completamente dedicado

a aperfeiçoar a sua arte.

Filho de um cirurgião,

em 1836 conhece Elise Foucault,

objeto da grande e insatisfeita

paixão da sua vida,

que lhe inspira A Educação Sentimental.

Em 1840 transfere-se à Paris para estudar Direito, mas descuida dos estudos para viver no mundo das Letras. Flaubert leva à perfeição o romance realista e consegue a mais completa harmonia entre a arte e a realidade. Para ele, a verdade e a beleza vão unidas; por isso põe tanto cuidado na sintaxe e na escolha do vocabulário e concede tanta importância à estrutura. Os romances e contos de Flaubert oferecem um panorama do realismo em diversos campos. Madame Bovary é um romance de amor de enorme transcendência na literatura moderna.

Elenco

Helena Ignez

    Helena Ignez é figura de destaque da cultura brasileira. A atriz participou de filmes como O Bandido da Luz Vermelha (Rogério Sganzerla), O Patio, (Glauber Rocha) e O Padre e A Moça (Joaquim Pedro de Andrade). Integrou inúmeros movimentos de vanguarda com intensa participação na obra cinematográfica de Rogério Sganzerla. É uma das fundadoras da produtora Belair ao lado de Julio Bressane e Rogério Sganzerla. Foi homenageada em 2006 pelo 20º FESTIVAL DE FILMS DE FRIBOURG, Suíça que exibiu 36 filmes com sua participação.

    Octavio III

      Ator e produtor musical, é graduado em Artes Cênicas pelo Teatro Tablado. Durante a carreira, fez parte da Cia Dulcina de Moraes – Odilon Azevedo (1957), Cia do Carvalinho (1957), Cia Tônia-Celli-Autran (1958) e Cia Gente Nova (2007). Para o cinema, trabalhou em filmes como Nem tudo é verdade (1986), de Rogério Sganzerla, Cleópatra (2005), de Júlio Bressane e Desafinados (2008), de Walter Lima Jr. Além disso, foi produtor de músicos como João Gilberto, Dorival Caymmi, Pixinguinha, Jorge Ben, Caetano Veloso, entre outros.

      Mariana Fausto

        Mariana Fausto (Duplo do Marido de Mazza) É atriz e arte-educadora, formada pela UNIRIO. No cinema, estrelou filmes como 31 minutos, de Pedro Peirano e Álvaro Diaz e Djalioh, de Ricardo Miranda. Trabalhou para a TV Brasil em programas como Gentilezas Urbanas e ABZ do Ziraldo. Atualmente faz parte do grupo teatral Bando de Palhaços (atuando como palhaça no Projeto Plateias Hospitalares da ONG Doutores da Alegria), e da Cia Pequod de Teatro de Animação, a qual recebeu cinco prêmios Zilka Salaberry e um prêmio APTR pelo espetáculo Marina, a Sereiazinha (2011).

        Cátia Costa

          Formada em Licenciatura em Artes Cênicas pela UNIRIO e em Licenciatura em Letras pela UERJ. Como Bailarina tem formação em Butoh, uma dança que surgiu no Japão pós-guerra. É técnica em Tai-chi chuan pela federação de Kung-fu do Rio de Janeiro e possui um curso de Capoeira e Maculelê pela UFF/Niterói. No teatro já participou de diversos espetáculos e oficinas. Estudou na Casa de Artes de Laranjeiras (CAL) e Teatro do Oprimido de Augusto Boal no CTO/RJ.

          Equipe

          Direção Ricardo Miranda Diretora Assistente Daniela Verztman Bagdadi Assistentes de Direção Liliana Mont Serrat, Clarissa Ramalho Bárbara Morais Roteiro(Livre adaptação de “Paixão e Virtude – conto filosófico”) Clarissa Ramalho Ricardo Miranda Direção de Fotografia e Câmera Antônio Luiz Mendes Fotografia Adicional André Lavaquial Assistente de Fotografia Pedro Bento Pedro Bittencourt Gabriel Bilig Montagem Joana Collier Montador Assistente Pedro Bento Música Original Fernando Moura Violino Chinês Erhu Reiko Tschuiya Citação Musical La Forza del Destino Giuseppe Verdi Desenho de Som Ricardo Mansur Joana Collier L C Varella Mixagem 5.1 L C Varella Ricardo Mansur Som Direto Vitor Kruter Som Direto Adicional Ricardo Mansur Figurino Luísa Tavares Objetos de Cena Aïcha Barat Júlia Braga Caligrafia das Cartas e Livro Oyama Ramalho Still e Making of Duda Las Casas Montagem do Making of Vinicius Nascimento Produção Executiva Barbara Vida Beth Formaggini Ricardo Miranda Direção de Produção Daniela Verztman Bagdadi Produção de Set Tatiana Mitre Assistente de Produção Arianna Fernandes Assistente Produção Executiva Linara Siqueira Marcação de Cor Gabriel Bilig Créditos Lupércio Borgéa Designer Gráfico Gabriel Bilig Cartaz Luiz Rosemberg Filho Gabriel Bilig Tradução do Conto Eliana Bueno Lylian_Oberlaender Mathias Gibert Assessoria de Comunicação Comcultura Comunicação e Cultura Criação do Site Pedro Bittencourt Tradução para o inglês Joana Oliveira Legendagem Mariana Mayrink

          Trailer

          Assista ao trailer oficial

          Fotos

          Contato

          Custom description here
          Yay! Message sent.
          Error! Please validate your fields.

          Siga-nos